Bem-vindos!

Nós, da CBDU, criamos esse blog para falarmos de assuntos mais leves, comentados por pessoas diferentes, sobre o esporte universitário de uma forma geral. Vamos falar de competições, jogadores, temporadas, mas também de moda, comportamento, tecnologia, saúde – relacionados ao esporte universitário – e qualquer outro assunto que vocês, leitores, tenham interesse.

Para começar, vamos falar um pouquinho do esporte universitário, da CBDU e sobre como tudo começou?

O desporto universitário surgiu no Brasil em 1916, como uma manifestação organizada e com disputas envolvendo apenas universitários do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Apenas a partir de 1935 que outros Estados entraram no circuito. Nesse ano, São Paulo e Rio de Janeiro se uniram à Bahia, Distrito Federal, Minas Gerais e Paraná para se organizar e estruturar, de maneira autônoma, competições em nível universitário. Até então tudo acontecia sem apoio ou incentivo do governo.

De acordo com Borges e Buonicore (2007), o esporte universitário surgiu nas próprias Instituições de Ensino, utilizando um modelo federativo, organizado e financiado pelas próprias associações esportivas estudantis, porém cada vez mais os estudantes se viam necessitados de apoio financeiro.

Quando alguns atletas universitários passaram a se tornar campeões olímpicos, o governo federal começou a prestar mais atenção e então, na década de 40, foram formuladas as primeiras políticas públicas em relação ao desporto universitário. Assim, o governo passou a subsidiar, fiscalizar e fomentar o esporte estudantil e universitário.

No final da década, em 9 de agosto de 1939, a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) foi criada e em 15 de setembro de 1941 foi reconhecida pelo Decreto nº 3.617/41 assinado pelo Presidente da República Getúlio Vargas.

No mesmo decreto foram regulados os Jogos Universitários Brasileiros – JUBs, considerando a Primeira Olimpíada Universitária Brasileira, realizada em São Paulo, como 1ª edição do JUBs.

A partir de 1968 os jogos deixaram de ser bienais e passaram a ser anuais. Por falta de verba, o campeonato não aconteceu em alguns anos, mas hoje em dia os Jogos Universitários são a maior competição universitária da América Latina.

Outro marco importante foi quando a CBDU se tornou entidade máxima da Administração do Desporto Universitário Brasileiro, com poderes e direitos equivalentes às demais entidades de administração do desporto.  Isso aconteceu em 29 de abril de 1998 pelo Decreto nº 2.574, que regulamenta a Lei Nº 9.615, a lei Pelé, de 29 de março de 1998.

Em 2019 a CBDU completa 80 anos de histórias e conquistas, e por aqui já passaram atletas renomados como Bernardinho, Diego Hypólito, Daiane dos Santos, Xuxa, Robson Caetano, Tadeu Schmidt, Wallace, Lipe, Éder, Gabriela Chibana, Thiago Camilo, Joana Maranhão, entre várias outros.

Esperamos que, daqui pra frente, o esporte universitário ganhe cada vez mais o espaço merecido e que nós possamos ajudar nossos atletas a conquistarem o mundo.

BORGES, Elisa de Campo; BUONICORE, Augusto César. Memória do Esporte Educacional Brasileiro: Breve história dos Jogos Universitários e Escolares. São Paulo, Centro de Estudos e Memória da Juventude, 2007.

CAMARGO, Philipe de Rocha; MEZZADRI, Fernando Marinho. A Organização e Configuração do Esporte Universitário no Brasil (1940-1980). Curitiba, Paraná, 2017.

MINISTÉRIO DOS ESPORTES – Histórico dos Jogos http://portal.esporte.gov.br/snear/jubs/historico.jspacesso em 21 de fevereiro de 2018.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s